Essa Tal de Mudança…

 Muita gente fala sobre como elas querem mudar de vida, dar uma guinada, dar uma surtadinha básica só para ver como é que é.

A questão é que entre falar e fazer existe um ABISMO!
E o tamanho deste abismo depende do tamanho dos nossos medos e inseguranças.

Quando se trata de mudança, qualquer que seja ela, as pessoas precisam colocar uma coisa na cabeça: toda escolha tem, dentro de si, uma perda. Assim sendo, se você acha que os ganhos serão maiores do que as perdas, vá em frente!

Mas qual é o momento CERTO para mudar? O melhor momento para mudar é o momento que você decidir fazer isso. Não existe o “momento perfeito”, aquele onde o universo se alinha para satisfazer as suas vontades. Sempre que estamos diante de alguma mudança, encontramos uma forma de nos convencer de que este não é o momento certo. É uma forma racional de lidar com algo que nos assusta e cuja garantia de dar certo simplesmente não existe.

Por mais otimista que eu seja, aprendi que algo sempre vai dar errado na vida. Não interessa quem você é, o que você faz ou onde você está. Na verdade, é até libertador saber que quase nada nessa vida funciona como um relógio suíço. Tem sempre um desvio no meio do caminho que acaba nos levando para outros lugares. E isso é bom.

Não deu certo?

Volte. Tente de novo. Recomece. Reavalie.

Um dos meus maiores problemas era achar que as besteiras que eu fiz eram irreversíveis e que “voltar atrás” era o mesmo que ter um selo escrito FRACASSADA bem no meio da minha testa. Meu ego era muito maior do que a minha fé em mim.

Hoje, descobri que o meu maior erro foi justamente continuar insistindo em algo que eu sabia que não estava certo.

Eu continuo mudando, porque isso faz parte de mim. É algo que faço por minha conta e risco, porque me faz sentir viva.

Se você também quer fazer alguma(s) mudança(s) em sua vida mas ainda não tem muita certeza disso, precisa ver este vídeo:

 

RECALCULANDO A ROTA – CLIQUE AQUI PARA RECALCULAR A SUA TAMBÉM! =)
 
 
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *