Ignore a Falta para Criar Abundância

O ano está no começo e eu já sinto a abundância nele. Eu vivo, experimento, toco, cheiro a abundância que eu JÁ tenho. Mas por que? Simplesmente porque eu me concentro muito mais na abundância, apreço e gratidão do que eu me concentro na falta, escassez e pobreza. Algumas pessoas diriam que esta mentalidade é o resultado da abundância; eu a reconheço como sendo a causa dela.

Quando eu fiz o contrário e prestei mais atenção no que estava faltando em minha vida, eu experimentei uma variedade de experiências baseadas em escassez – afundei cada vez mais em dívidas, precisei morar com a minha mãe porque não podia mais pagar o aluguel, não era capaz de comprar o que queria/precisava, me sentia estressada quando meu carro quebrava, comprava itens mais baratos e que não duravam nada, etc. Esta vibração foi forte o suficiente para prender minha atenção por um tempo, mas depois de alguns (muitos) anos naquela sintonia eu fiquei entediada – e totalmente quebrada – e decidi experimentar a mentalidade da abundância para ver do que se tratava.

Eu costumava ler livros ou ouvir programas de áudio, todos voltados para a mentalidade da abundância, mas achava que era fácil para eles dizerem, porque eles já estavam vivenciando aquilo! Mas e se você – como eu – não estivesse? Na maioria das vezes, a recomendação deles é que você comece de onde quer que esteja. Alguns insistem que a abundância é uma mentalidade que você pode criar, independentemente da sua posição inicial. Naquele momento da minha vida, eu realmente não acreditava neste conceito, mas principalmente porque estava desesperada para tentar algo novo, escolhi dar uma chance, por pelo menos alguns dias, para ver se fazia alguma diferença. Como o que eu estava fazendo antes não estava funcionando mesmo, achei que não custaria nada tentar. Inclusive, poderia ajudar a me levar a um novo território, onde uma solução pudesse ser finalmente encontrada.

tumblr_nlk95ybvDw1qemy9oo1_1280Comecei me concentrando em ser grata por tudo o que eu tinha, como ser capaz de caminhar, sentir, olhar, ouvir…Voltei minha atenção para longe da falta, tanto quanto possível. Fiz o meu melhor para ignorar minhas dívidas, minhas contas não paga e os credores por um tempo.

Este é realmente um ponto-chave que eu não quero que você simplesmente ignore. Não aconteceu simplesmente de eu começar a me concentrar no pensamento da abundância. Eu também fiz o meu melhor para ignorar qualquer coisa na minha vida que sugerisse falta ou escassez. Eu parei de olhar para as minhas contas. Eu parei de atender o telefone, já que a maioria das chamadas eram de credores. Eu parei de efetuar pagamentos com cartão de crédito completamente. Percebi que quando eu ficava obcecada por estas coisas, elas apenas me deixavam para baixo e me faziam pensar no que não estava funcionando.

Esta mudança de atenção logo criou mudanças externas na minha realidade. Eu me tornei mais criativa, lancei um novo produto e comecei a ganhar muito mais dinheiro. Um ano mais tarde, eu estava livre das dívidas e dos credores. Isto nunca teria acontecido se eu continuasse focando na falta.

Existe valor em ter experiências em todo o espectro da escassez à abundância. Fico feliz pela experiência da escassez, pois ela me ajudou a entender e apreciar a abundância mais profundamente. Por exemplo, eu aproveitei muito mais minha recente viagem à França porque eu sei como é não ser capaz de bancar uma viagem dessas. Eu me senti grata.

Através de testes pessoais, percebi que a vibração da abundância se ajusta muito bem em relação a quem eu sou. Muito, muito mais do que a vibração da escassez. Estou mais feliz e mais realizada assim. Em todo o caso, eu não teria tanta certeza disso se não tivesse tido, primeiro, as experiências de escassez.

Muitas vezes, quando eu escrevo sobre abundância, algumas pessoas se incomodam. É interessante ver como elas projetam um barco cheio de suposições sobre mim e, em seguida, discutem com seus próprios pressupostos. Algumas delas parecem achar que a abundância é errada. Outras querem que eu preste mais atenção à pobreza. Eu presto pouca atenção à pobreza, escassez e falta, não só em mim, mas nos outros também. Meu foco está em abundância, gratidão, generosidade, apreciação e positividade.

Você é livre para fazer o que eu fiz e testar diferentes mentalidades / vibrações para saber qual conjunto de experiências você prefere. Você só pode compreender as opções disponíveis quando as experimenta de dentro para fora. E sim, isso significa que você não pode realmente entender uma opção até que a tenha experimentado em algum grau. Se olhar de fora para dentro talvez você fique curioso, mas provavelmente não conseguirá muitos insights.

Se você deseja mudar de escassez para a abundância, como você faz isso? Um bom lugar para começar é assistindo a este vídeo sobre criação de abundância.

person-868315_960_720Outra técnica muito eficaz é a da visualização. Todos os dias, quando acordo, eu passo meia hora imaginando diferentes aspectos da minha vida como eu quero que eles sejam. Assim, consigo uma visão clara sobre as vibrações que sejam consistentes com meus desejos, pensamentos, sentimentos e atitudes. Eu realmente acredito que estou experimentando todos os meus desejos de uma forma física, palpável. Então, ao longo do dia, faço o meu melhor para ficar em sintonia com estas novas vibrações tanto quanto possível. Quando eu me pego escorregando em uma vibe que eu não quero entrar, tal como frustração ou preocupação, eu paro o que estou fazendo, respiro profundamente e recarrego a vibe que eu desejo. Ou, se estou cansada e não consigo fazer isso muito bem, eu simplesmente faço uma pausa para me distrair.

Eu continuo praticando isso porque acho muito eficaz. Não só estou atraindo e desfrutando mais do que eu quero, como minhas novas vibrações também tornam-se cada vez mais repulsivas para aqueles cujas vibrações são incompatíveis, enquanto tornam-se mais atraentes para aqueles com desejos e vibrações compatíveis – pessoas com quem eu possa desfrutar da co-criação abundantemente.

Se você estiver em ressonância com a escassez, é normal sentir-se frustrado e irritado com meus artigos sobre abundância. A boa notícia é que cabe somente a você mudar esta vibração. Que tal começar agora mesmo? 😉

Se você está precisando dar uma recalculada geral na vida, como eu estava, não pode perder o Programa Recalculando a Rota.  O Programa Recalculando a Rota é um processo de autoconhecimento e mudança de mentalidade baseado em conhecimento empírico, para pessoas que queiram se responsabilizar pela sua vida e sair do piloto automático para se tornarem co-criadoras da própria realidade.

Vem comigo? Você vai me agradecer por isso, pode ter certeza! Clique aqui para se inscrever no curso introdutório totalmente de graça!  😉

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *