Vida de Expatriado: A Diferença Entre Viajar x Mudar para o Exterior

Artigo original de Stephanie Be

http://www.huffingtonpost.com/

Viajar é como um romance lunático: excitante, imprevisível e apaixonado. Mas ao mudar para o exterior, você despe completamente a cidade e uma cultura local revela seus anjos e demônios. Você se torna vulnerável, dependente e compelido. O desejo de viajar é comprometido por suas imperfeições e desafios.

A-step-by-step-process-for-expats-leaving-home

Não é questão de ‘romantizar’ os obstáculos, mas é mais difícil mudar para o exterior do que apenas passar as férias, e absolutamente vale a pena. Há algo inegavelmente revigorante sobre se apaixonar por uma cidade, mais e mais e mais até que ela seja sua. É um pedaço de você.

Um olhar com uma perspectiva mudada sobre pisar em terras estrangeiras:

  1. Você tem que desistir de alguma coisa.

Independe da sua relação com os amigos, família e carreira – a vida em casa não vai parar durante a sua ausência. Se você tiver um trabalho menos tradicional no exterior, pode ser que você esteja colocando sua carreira a longo prazo em modo de espera. Você pode perder algumas festas de aniversário ou feriados. Eu adoraria dizer que tudo isso ESTARÁ lá quando você voltar (se você voltar), mas alguns talvez não estejam. Algumas amizades podem esfriar. Mas para cada pessoa ou situação que você perder, você estará ganhando muito mais confiança, desenvolvimento, independência, amigos, memórias e aventura. Riscos. Sacrifícios. Algumas coisas valem a pena.

  1. Você terá compromissos como a escola ou o trabalho.

Com exceções, é improvável que você vá morar em outro país apenas vivendo no modo “férias” ligado o tempo todo. Há essa coisa chamada “responsabilidade” e ela nos persegue sem fronteiras. Você terá uma nova rotina acontecendo e aprenderá a trabalhar com pessoas de fora da sua zona de conforto. Este construtor de currículo não-convencional é real: suas estratégias criativas de resolução de problemas irão aumentar.

Compass needle point the counrty China with several other countries in grey around it, focus on the blue word. Concept for business investment or travel destination.

  1. Você pode realmente explorar a cidade, se estiver morando nela de fato.

Viajar é uma amostra do prato, e mudar para o exterior é a refeição completa. Você não tem que escolher entre os “top 10 para fazer” nos lugares A, B e C porque você pode fazer todos eles. Use seu tempo com sabedoria! Além disso, algum marco icônico pode ser parte do seu percurso de caminhada diária ou seu caminho para o trabalho ou escola. Você pode aprender algumas receitas locais. Ou talvez você entre na vida noturna e se torne um “regular”, acessando um tipo de entretenimento exclusivamente local – e para locais. Você estará por perto tempo suficiente para desfrutar de celebrações sazonais como festivais, feriados e eventos esportivos.

  1. Você vai conhecer os moradores e outros expatriados.

Sem um pacote semi-pronto para causar qualquer estrago, você será obrigado a conhecer novos amigos. Alguns chegarão através do trabalho ou da escola, outros através de um bate-papo no pub ou no ponto de ônibus ou metrô. Quando estamos em casa, não estamos necessariamente à procura de novos amigos íntimos. No exterior você tem a mente mais aberta naturalmente, , porque poucos amigos estão fisicamente presentes em sua vida. Uma disponibilidade ativa para conhecer outras pessoas irá refletir em novos relacionamentos.

  1. Você vai aprender a ficar sozinho.

Entre encontrar um lugar para morar, entender como se deslocar em uma nova cidade e se shutterstock_1962080301situar para “pegar o jeito” da vida no exterior, pode ser que demore algum tempo para estabelecer amizades íntimas. Mesmo com novos amigos, pode ser que você ainda não tenha um carro para ir a todos os eventos ou as agendas podem ser conflitantes – seja por qualquer motivo, você passará, inevitavelmente, mais tempo sozinho. Abrace-o. São esses momentos de solidão que lhe permitem conhecer, de fato, a si mesmo.

  1. Você será humilhado por desafios. Então, se sentirá incrível quando superá-los.

Isso acontece tanto ao viajar quanto morar no exterior. Você se perde. Você começa a ter  saudade de casa. Você luta com uma língua estraWE-AA195_EXPAT_G_20110616145217ngeira (ou mesmo com apenas um sotaque … estamos falando a mesma língua aqui, colega). Você lida com taxas de câmbio. Uma tarefa simples pode ser tão difícil! Você pode achar que, ao morar no exterior, você dominaria o estilo de vida rapidamente, mas pode ser que demore meses (ou mais), para estabelecer um sistema que funcione. Em outras palavras, você estará cometendo os mesmos erros ou lidando com as mesmas m***** novamente. Isso pode ser frustrante. Desanimador. Vale lembrar que você não é invencível e também se sentirá empolgado pela quantidade de coisas que você conseguiu, finalmente, realizar!

  1. Você vai entender sua própria cultura e as culturas dos outros, percebendo, em último caso, que existe muita coisa que você não sabe sobre o mundo.

Há um mundo todo lá fora, e você não vai perceber o quanto não sabe até que saia e veja como as outras pessoas vivem. Você vai perceber que algumas pessoas simplesmente fazem as coisas de forma diferente. Você não só vai aprender a respeitar isso, mas também vai começar a amar essas diferenças. Se fôssemos todos iguais, a vida seria muito chata.

  1. Você vai valorizar as pessoas mais próximas de você em sua antiga casa e os completos estranhos no exterior que rapidamente se tornam seus melhores amigos.

A distância faz o coração crescer de forma mais apreciativa, e é preciso tanto esforço para ficar em contato com as pessoas em casa, que aqueles que conseguem suportar isso provam que realmente se preocupam com você. Ao ter contato com poucas pessoas na cidade nova, você vai realmente amá-los por lhes mostrar sua cidade, levá-lo em seus corações e cuidar de você. E eles farão isso.
Sendo o estranho, você vai contar com os moradores locais para ajudar na sua transição de se ajustar à nova cidade, e o fato de eles fazerem isso sem terem qualquer grau de parentesco com você vai aquecer seu coração. É claro que você não pode contar com todos, mas alguém sempre estará lá para você.

  1. Será fantástico.

Descobrir lugares, conectar-se com as pessoas e experimentar novas atividades … você nunca vai ficar entediado. Não importa o grau da sua metamorfose, mudar para o exterior é sempre uma boa pedida. Por já estar em outro hemisfério, você terá acesso mais fácil a mais destinos desconhecidos. Você também ficará livre das expectativas da sociedade na qual vivia. Você aprende a ser você mesmo quando não tem pressões de sua comunidade local ditando a vida que você “deve” viver. Às vezes, você precisa sair dos seus “padrões” para libertar os seus desejos profundos mais enraizados. Mudar para o exterior é uma experiência imensa, que não pode ser medida por palavras. Você tem que experimentar por si mesmo para compreender!

  1. Você terá ‘aquele’ sotaque sexy.

Ponto final.

 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *